Neuralgia do trigêmeo

///Neuralgia do trigêmeo

Neuralgia do trigêmeo

A neuralgia do trigêmeo é um distúrbio do nervo trigêmeo que provoca dor muito intensa na face. Este nervo é responsável, principalmente pela sensibilidade dolorosa da face e um pequena porção pelos músculos da mastigação. A dor é acometida em um dos lados da face, dura segundos e desaparece. O problema é que ela geralmente volta com grande intensidade, em intervalos de tempo variáveis.

Assim como vários outros nervos presentes no rosto, o nervo do trigêmeo é um nervo sensitivo que controla as sensações que se espalham pela face, enviando-as como mensagens ao cérebro. A dor provocada pela neuralgia do trigêmeo se distribui de acordo com o ramo do nervo afetado: região frontal que toma a órbita ocular e parte do nariz, a região malar que se estende até a asa do nariz e parte do lábio superior e a região temporal que passa pelo lado do ouvido e acompanha a mandíbula ou maxilar inferior.

Na neuralgia do trigêmeo, a função desse nervo fica comprometida. Geralmente, o problema é causado pelo contato entre um vaso sanguíneo normal – neste caso, uma artéria ou de uma veia – e o nervo do trigêmeo. Esse contato faz compressão sobre o nervo e faz com que ele não funcione corretamente e provoque a dor característica.

Uma série de gatilhos pode desencadear a dor da neuralgia do trigêmeo, incluindo: fazer a barba, acariciar o próprio rosto, alimentar-se, beber, escovar os dentes, falar, maquiar-se, ser exposto à brisa e ao vento, sorrir ou lavar o rosto.

O envelhecimento pode estar associada à neuralgia do trigêmeo, embora a patologia possa se desenvolver em pessoas de todas as idades. O problema também pode estar relacionada à esclerose múltipla, ou a uma desordem semelhante que danifica a bainha de mielina. Menos comumente, a neuralgia do trigêmeo pode ser causada por um tumor que está comprimindo o nervo do trigêmeo. Além disso, algumas pessoas podem desenvolver essa condição devido a uma lesão cerebral ou a outras anormalidades. Pode acontecer, também, de a causa da neuralgia do trigêmeo não poder ser identificada.

Caso comece a sentir dores muito fortes no rosto, principalmente se essa dor persistir por algum tempo ou for recorrente e não aliviar com o uso de analgésicos, um neurologista deve ser consultado.

O diagnóstico de neuralgia do trigêmeo baseando-se principalmente na descrição da dor feita pelo paciente. A ressonância magnética e o exame do rosto do paciente e, caso o diagnóstico por neuralgia do trigêmeo ser confirmado, quais ramos do nervo do trigêmeo foram afetados. O tratamento é realizado com a administração de medicamentos que atenuam as dores.

2018-10-16T16:52:56-03:00