O anticoncepcional pode falhar?

///O anticoncepcional pode falhar?

O anticoncepcional pode falhar?

Você já deve ter ouvido histórias de mulheres que relataram ter engravidado mesmo com o uso de anticoncepcional. Mas, afinal, o medicamento pode falhar? O anticoncepcional, em si, não costuma falhar. Mas há fatores que fazem o medicamento falhar.

O anticoncepcional é um método contraceptivo que tem eficiência de 99,5%. Isso significa que menos de 1% das mulheres que fizerem o uso do anticoncepcional vão ter risco de engravidar e isso é muito pouco.

Temos, atualmente, mais de 60 tipos de pílulas anticoncepcionais que se diferem, principalmente, pela dosagem hormonal. Quanto mais baixa for a dose, menor vai ser a chance de sofrer os efeitos colaterais do medicamento.

O melhor dia para se começar a toma-lo, é no primeiro dia da menstruação. Existem alguns anticoncepcionais com 28 comprimidos, que você deve tomar sem pausa e outros com 21 comprimidos que você faz uma pausa de sete dias ao terminar a cartela e os com 24 comprimidos e somente 4 dias de pausa.

O que tira o efeito do medicamento?

O medicamento pode ter a eficácia prejudicada quando não se segue o ciclo e dosagens recomendadas, ou seja, esquecer de tomar o comprimido. A cada dia de atraso ou esquecimento de tomar o anticoncepcional, aumenta o risco de se concretizar uma gravidez.

Para que o anticoncepcional oral tenha maior eficácia é importante ingerir todos os dias no mesmo horário.

Outra causa pode ser o consumo de medicamentos. Isso porque alguns remédios deste tipo podem, sim, cortar o efeito do anticoncepcional. Mas não são todos. O importante é conversar com a ginecologista e relatar o uso do anticoncepcional que deve orientá-la sobre o risco para que o casal adote outro método contraceptivo neste período, a camisinha.

A ingestão de bebida alcoólica em excesso pode ocasionar vômitos, e se o anticoncepcional tiver sido ingerido há pouco tempo pode ter sua eficácia reduzida.

O melhor método vai ser sempre aquele ao qual a mulher se adapta melhor. Mas o bom, é sempre optar pelo sexo seguro, ou seja, independentemente do tipo de anticoncepcional que for usar, é o uso do preservativo que evitará o contágio por doenças sexualmente transmissíveis.

2018-10-16T16:46:27-03:00